Fechar

ADEP-BA
Twitter Facebook RSS
Carregando...

Notícias

ADEP Bahia

População brasileira considera a Defensoria Pública como instituição mais importante para o país


Pesquisa publicizada pelo Conselho Nacional do Ministério Público desde ontem, quinta, 14, coloca a Defensoria Pública como a instituição mais importante para os brasileiros. A instituição ocupa o primeiro lugar, entre todos os órgãos do sistema de Justiça pesquisados, para 92,4% dos entrevistados que a avaliaram como "muito importante" ou "importante".

Na opinião do presidente da Associação dos Defensores Públicos do Estado da Bahia, João Gavazza, itens basilares que perpassam a atuação da instituição foram contemplados, como a confiança, o recebimento de denúncias, a proteção de crianças e adolescentes. "Os aspectos contemplados que privilegiam a Defensoria Pública só mostram o valor do papel do defensor público, que, apesar das dificuldades, vem zelando pelo que faz. E é um guerreiro", diz João Gavazza ao destacar os fatores que ainda limitam a atuação do defensor público na Bahia como o déficit de profissionais e a abrangência da atuação, presente em menos de 20% das comarcas.

"Os governantes, parlamentares, formadores de opinião precisam ouvir mais o que diz a nossa população para nortear as suas deliberações", atentou o presidente da Adep-BA, ressaltando também a proposta orçamentária da Defensoria da Bahia para 2018, cuja previsão para 2018 não corresponde a real necessidade.


DADOS – O total de 92,4% dos entrevistados coloca a Defensoria Pública na primeira colocação entre todos os órgãos abarcados pela pesquisa. O Ministério Público foi o segundo mais mencionado (91,6%), seguido pela Polícia (90,4%). A instituição também foi apontada como a mais relevante na proteção de crianças e adolescentes (38,2%), seguida do Ministério Público (23,6%), Ordem dos Advogados do Brasil (23,4%) e Poder Judiciário (18,6%).

A Defensoria também conseguiu o maior percentual de confiança entre os órgãos do sistema de justiça (74,1%), estando em segundo lugar em relação a todas as instituições citadas. Ela tem destaque entre os locais procurados para a denúncia de irregularidade, sendo a mais lembrada entre os integrantes do sistema de justiça. Nesse quesito os órgãos mais citados foram Polícia (32,8%), Prefeitura (26,1%), Procon (23,3%) e Defensoria (20%).

A Defensoria Pública está entre as três instituições que tiveram seu trabalho mais bem avaliado pelos entrevistados. O primeiro lugar foi ocupado pelas Forças Armadas (63,7%), o segundo pela Ordem dos Advogados do Brasil (57,8%) e em terceiro a Defensoria, com 55,4%.

SOBRE A PESQUISA - Encomendada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), a pesquisa foi realizada pela GMR Inteligência e Pesquisa e acompanhada pela Assessoria de Comunicação Social e da Secretaria de Gestão Estratégica do CNMP. Foram entrevistadas 5.035 pessoas acima de 16 anos, em todo o Brasil, no período de 9 de março a 29 de maio deste ano. O levantamento tem 1,38% de margem de erro e 95% de nível de confiança. Os entrevistados foram estimulados a emitirem opinião sobre as Forças Armadas, Defensoria Pública, Ministério Público (MP), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Poder Judiciário (Tribunal de Justiça, STF, etc.), Polícia, Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Prefeitura, Assembleia Legislativa, Congresso Nacional e Partidos Políticos.

Acesse aqui o link da pesquisa na íntegra

*Com informações do CNMP, site da DPE-BA e site Experiencia Jurídica

 

Publicada em: 15.09.2017

Fechar

Envie esta matéria para um amigo.

Central do Associado

Associe-se Plano estratégico de Implementação Qualicorp Defensor público: construindo cidadania! Pós-Graduação a Distância Pós-Graduação
Viewnet

Av. Antônio Carlos Magalhães, 3244, sala 907, Edíficio Thomé de Souza, Pituba - Salvador/BA. CEP 41.800-700
Telefone: (71) 3321-4185 Fax: (71) 3321-4185, adepbahia@adepbahia.com.br